MINI John Cooper Works Clubman MINI John Cooper Works Clubman

Novos MINI John Cooper Works Clubman e MINI John Cooper Works Countryman com 306 CV.

A MINI apresenta os modelos mais potentes nos 60 anos de história da marca. O motor turbo de quatro cilindros com 306 cv de potência equipado no novo MINI John Cooper Works Clubman e o novo MINI John Cooper Works oferecem ambos uma performance extraordinária.

A MINI apresenta os modelos mais potentes alguma vez homologados para utilização na estrada nos 60 anos de história da marca. O motor turbo de quatro cilindros com 306 cv de potência equipado no novo MINI John Cooper Works Clubman e o novo MINI John Cooper Works Countryman oferecem ambos uma performance extraordinária no segmento de veículos compactos Premium. Em ambos os modelos, o motor extraordinariamente potente é combinado com uma nova caixa desportiva de 8 velocidades Steptronic, incluindo o bloqueio mecânico do diferencial no eixo dianteiro, o sistema de tração integral ALL4, em conjunto com o chassis especificamente construído e com modificações de reforço adicionais para a estrutura da carroçaria, para a ligação do motor e para as fixações do chassis.

Nestas novas versões dos dois modelos desportivos topo de gama, tanto o modelo individual de seis portas com uma condução extremamente divertida, como o robusto All-rounder oferecem uma desafiante experiência de performance. A última geração do motor de quatro cilindros desenvolvida para os modelos John Cooper Works com tecnologia MINI TwinPower Turbo ultrapassa a performance da tração anterior em 75 cv em termos de potência máxima. O binário máximo aumentou em 100 Nm, para 450 Nm, e a performance de aceleração também aumentou em conformidade. O novo MINI John Cooper Works Clubman acelera dos 0 aos 100 km/h em 4,9 segundos, com o novo MINI John Cooper Works a alcançar os mesmos em 5,1 segundos – 1,4 e 1,5 segundos mais rapidamente do que os respetivos modelos anteriores. A versatilidade dos dois modelos nunca foi tão impressionante como agora.

Com a potência concentrada do novo motor que os equipa e a capacidade otimizada para transferir a potência ao piso da estrada ou a um piso irregular, o novo MINI John Cooper Works Clubman e o novo MINI John Cooper Works Countryman garantiram os seus lugares na gama de líderes de modelos desportivos no segmento de veículos compactos. Na gama de modelos MINI, estes dois atletas de topo nunca mereceram mais as posições que ocupam. Em comparação com o MINI Cooper S Clubman e com o MINI Cooper S Countryman, a potência foi aumentada do valor anterior de 39 cv para 114 cv. As características de performance superiores daí resultantes são acompanhadas por um leque de componentes de design e de equipamento específicos do modelo que sublinham de forma perfeita a natureza exclusiva e peculiar destes dois modelos John Cooper Works.

Resumo dos destaques: Novo MINI John Cooper Works Clubman e novo MINI John Cooper Works Countryman. 

•       Novo motor de quatro cilindros com tecnologia MINI TwinPower Turbo e 306 cv de potência máxima e 450 Nm de binário máximo.

•       Aumento da potência em comparação com os modelos anteriores: 75 cv.

•       O conceito de arrefecimento integra o know-how da pista de corridas.

•       Novo sistema de escape com um fantástico desenvolvimento da sonoridade e filtro de partículas de gasolina em conformidade com a norma Euro 6d-TEMP.

•       Sistema de tração integral MINI ALL4 de série.

•       Nova caixa desportiva de 8 velocidades Steptronic com bloqueio mecânico do diferencial integrado para o eixo dianteiro.

•       Design e coordenação do chassis específicos do modelo.

•       Novo sistema de travagem desportivo John Cooper Works, de maiores dimensões.

•       Estrutura extremamente rígida da carroçaria, da ligação do motor e das fixações do chassis.

•       Novos faróis LED função de matriz para as luzes de máximos e farolins LED no design Union Jack no novo MINI John Cooper Works Clubman.


Potência máxima criada por quatro cilindros: novo motor 2.0 litros com tecnologia MINI TwinPower Turbo.

Como fonte de energia para a condução extremamente divertida, o motor de quatro cilindros de design renovado foi orientado de forma coerente para a potência máxima. Baseia-se na motorização 2.0 litros do MINI Cooper S Clubman e do MINI Cooper S Countryman, porém, foi agora sujeito a modificações específicas do modelo no acionamento da cambota e beneficia também da última geração da tecnologia MINI TwinPower Turbo. Estas modificações são baseadas no know-how de automobilismo de John Cooper Works e incluem uma cambota reforçada, um rolamento principal com uma secção transversal alargada, êmbolos e bielas específicos, e um novo amortecedor de vibrações com arrefecimento otimizado.

A potência aumentada comparativamente ao motor anterior é também suportada pelo turbocompressor de maiores dimensões. A taxa de compressão do novo motor foi reduzida de 10,2 para 9,5 para se adequar à maior pressão de alimentação do sistema. Além disso, o turbocompressor integrado no coletor de escape está equipado com uma válvula de escape que contribui para as características de resposta otimizada que apresenta. A conduta de entrada de ar também foi renovada e otimizada. O débito de potência espontâneo no motor é também suportado pela injeção direta de gasolina de última geração. Os novos injetores de combustível com múltiplos orifícios posicionados entre as válvulas permitem uma taxa de caudal aumentada, transportando o combustível para as câmaras de combustão a uma pressão de injeção de até 350 bar. A vaporização fina permite a medição precisa do combustível, o que proporciona uma combustão especialmente limpa, além de permitir uma eficiência otimizada. A tecnologia MINI TwinPower Turbo inclui também o controlo totalmente variável das válvulas ao longo do sistema VALVETRONIC patenteado pelo BMW Group, bem como o controlo variável da cambota nos lados da admissão e do escape (duplo-VANOS).

Conceito de arrefecimento independente, sistema de gases de escape desportivo específico.

A resposta espontânea ao mais ínfimo movimento do pedal do acelerador com um débito de potência que é mantido até às gamas de cargas mais altas definem as incríveis características de performance típicas de um automóvel desportivo oferecido pela nova cadeia cinemática. De forma semelhante, o sistema de arrefecimento renovado foi desenvolvido para satisfazer as exigências daí resultantes e que se colocam à gestão da temperatura. A temperatura de funcionamento ideal do motor é garantida em todas as ocasiões – mesmo sob condições extremas na pista de corridas – por dois radiadores externos, por um reservatório de expansão específico do modelo com um volume aumentado, pela montagem independente do módulo de arrefecimento, por um ventilador elétrico com potência aumentada e por um terceiro nível de arrefecimento obtido utilizando um condensador. Para otimizar o aquecimento, o arrefecimento do cárter pode ser temporariamente desativado por uma nova válvula de arrefecimento dividida. Além disso, a caixa de velocidades tem o seu próprio circuito de arrefecimento e um radiador de óleo externo.

A tração de alta performance do novo MINI John Cooper Works Clubman e do novo MINI John Cooper Works Countryman debita um binário máximo de 450 Nm no amplo regime entre as 1750 e as 4500 rpm, que é aproximadamente 28% mais elevado do que o do motor anterior. A potência máxima do novo motor de quatro cilindros foi aumentada em aproximadamente 32%. O novo nível máximo de potência de 225 kW/306 cv é alcançado entre as 5000 e as 6250 rpm. A força de tração daí resultante permite ao novo motor do MINI John Cooper Works Clubman criar uma performance de aceleração dos 0 aos 100 km/h em 4,9 segundos, enquanto o valor para o novo MINI John Cooper Works Countryman é de 5,1 segundos, garantindo um nível de elasticidade impressionante durante impulsos de aceleração espontâneos. Pela primeira vez nos automóveis MINI, a velocidade máxima do novo líder em performance desportiva é agora limitada eletronicamente para 250 km/h.

As manobras que incluem impulsos de aceleração são acompanhadas pela extraordinária sonoridade do recentemente desenvolvido sistema de escape desportivo específico do modelo. A potência extrema do motor faz-se sentir mais intensamente do que nunca, com um design acústico emocionante que está de acordo com os requisitos de carga do motor, realçando em simultâneo o caráter de performance. Durante a condução a velocidades reduzidas com um consumo otimizado e baixas rotações, a sonoridade criada é mais reservada e grave. O sistema de escape duplo termina num novo silenciador de escape com um volume particularmente elevado. O nível reduzido de contrapressão de escape beneficia o débito de potência espontâneo do motor. O diâmetro externo das ponteiras de escape integradas à direita e à esquerda do spoiler traseiro é de 95 milímetros para o novo MINI John Cooper Works Clubman e de 85 milímetros para o novo MINI John Cooper Works Countryman. Para otimizar as emissões, o sistema de escape desportivo está equipado com um filtro de partículas de gasolina. O controlo das emissões em ambos os novos modelos John Cooper Works está em conformidade com a norma Euro 6d-TEMP.
Caixa desportiva de 8 velocidades Steptronic, bloqueio mecânico do diferencial.

O motor montado transversalmente no eixo dianteiro em ambos estes automóveis extremamente desportivos transmite a sua extraordinária potência à caixa desportiva de 8 velocidades Steptronic – outro novo desenvolvimento. A caixa de velocidades de última geração apresenta uma eficiência interna melhorada e uma inclinação do eixo da direção alargada. Isto significa rotações mais baixas ao conduzir numa velocidade mais elevada, o que se traduz num consumo de combustível mais reduzido. Um novo controlo da caixa de velocidades aumenta tanto a dinâmica das mudanças de velocidade como o conforto de condução. As mudanças de velocidade e o conforto acústico também foram otimizados. A embraiagem de bloqueio do conversor fecha automaticamente após o arranque, criando uma ligação direta ao motor, acompanhada por uma experiência de condução espontânea. As patilhas de mudança de velocidade estão montadas de série no volante para a seleção manual das velocidades. Além disso, a caixa desportiva de 8 velocidades Steptronic oferece uma função de arranque para acelerar a partir da imobilização com uma tração ideal e a máxima dinâmica.

A nova caixa automática também dispõe de um bloqueio do diferencial integrado. Funciona de forma transversal para reduzir a compensação de rotações entre as rodas dianteiras. Sob carga, isto significa que pode ser criado um efeito de bloqueio de até 39%. O bloqueio mecânico do diferencial está interligado com o DSC (controlo dinâmico de estabilidade), que oferece suporte à tração tanto do novo MINI John Cooper Works Clubman como do novo MINI John Cooper Works Countryman em pisos irregulares ou em condições atmosféricas adversas, bem como à dinâmica de condução ao descrever curvas durante a condução desportiva. O efeito de bloqueio resulta na transferência do binário de tração para a outra roda, caso uma roda dianteira comece a derrapar. Isto impede a perda de tração, mantendo simultaneamente a propulsão – mesmo com valores de atrito diferentes entre as rodas esquerda e direita. De forma semelhante, o bloqueio do diferencial suporta a agilidade do veículo em mudanças rápidas de direção ou ao acelerar dinamicamente à saída de curva, aplicando a transferência orientada do binário de tração.

Sistema de tração integral ALL4 com componentes específicos do modelo.

O sistema de tração integral ALL4 desempenha um papel central na otimização da tração, da agilidade e da estabilidade de condução do automóvel; está incluído no equipamento de série do novo MINI John Cooper Works Clubman e do novo MINI John Cooper Works Countryman e foi alvo de uma renovação abrangente para a nova edição de ambos os modelos. A tração integral compacta e otimizada em termos de peso consiste numa tomada de potência na transmissão no eixo dianteiro, num veio propulsor de duas secções e na transmissão no eixo traseiro com uma embraiagem suspensa regulada de forma eletrohidráulica. O controlador inteligente do sistema ALL4 está interligado com o DSC (controlo dinâmico de estabilidade) e calcula constantemente a taxa ideal de distribuição da potência entre as rodas dianteiras e traseiras. Isto significa que a extraordinária potência do motor é sempre encaminhada para o local onde pode ser mais eficiente e eficazmente traduzida em condução divertida.
Em condições de condução normais com o DSC ativado, transmite o binário de tração às rodas dianteiras ao estilo típico da marca. Isto permite converter a potência do motor em propulsão com a máxima eficiência. Porém, se o controlador do DSC detetar perigo de derrapagem nas rodas dianteiras, numa fração de segundo, a embraiagem suspensa transfere o binário de tração às rodas traseiras com a ajuda de uma bomba eletrohidráulica.
O mais recente desenvolvimento no sistema ALL4 foi coordenado com precisão com a extremamente elevada potência do motor e com o potencial de dinâmica de condução otimizado do novo MINI John Cooper Works Clubman e do novo MINI John Cooper Works Countryman. Consiste num conjunto de engrenagens para a tomada de potência, num disco flexível de maiores dimensões para o veio propulsor que leva às rodas traseiras, e por veios de transmissão traseiros específicos com maior rigidez de torção.

As fixações da nova unidade de tração específica do modelo também contribuem para a precisão aumentada em situações de condução dinâmica. A maior flexibilidade das molas do motor e dos rolamentos resulta numa ligação mais tensa entre as unidades de tração e a estrutura do veículo. Isto cria uma barreira acústica eficaz e otimiza o momento de reação em manobras particularmente desportivas. A nova fixação tem também um efeito positivo sobre a direção direta em curvas e sobre as características de resposta do motor.

Chassis desportivo evoluído, novo sistema de travagem desportivo

Ao mesmo tempo que o motor era submetido a um novo desenvolvimento, a tecnologia de chassis do novo MINI John Cooper Works Clubman e do novo MINI John Cooper Works Countryman era melhorada para um novo nível de performance. As versões do eixo dianteiro com braços telescópicos de articulação simples específicas do modelo e o eixo traseiro multilink foram otimizados em termos de rigidez, cinemática e peso, para criar uma sensação de automobilismo emocionante a partir da potência surpreendentemente elevada. Os rolamentos rotativos permitem valores de curvatura melhorados nas rodas dianteiras. Também graças à cinemática do eixo dianteiro específica, isto significou que foi possível melhorar o potencial para transmitir as forças de orientação lateral em curvas dinâmicas.

Além disso, os sistemas de suspensão e de amortecimento reajustados, o controlo dinâmico de estabilidade (DSC) e a direção eletromecânica estão orientados com precisão para o caráter extremamente ágil do novo modelo desportivo topo de gama. Opcionalmente para ambos os modelos, existe ainda uma suspensão adaptável com amortecedores controlados eletronicamente. Os amortecedores de vibração funcionam em combinação com uma seleção de dois diagramas característicos, coordenados para cenários de condução desportivos ou mais orientados para o conforto; podem ser ativados através dos MINI Driving Modes.

No novo MINI John Cooper Works Clubman, tanto a suspensão desportiva de série como a suspensão adaptável, que permite rebaixar o veículo em 10 milímetros em comparação com outros tipos de veículos, estão associadas a um chassis de série. As jantes de liga leve John Cooper Works Black Grip Spoke 18" também estão incluídas no equipamento de série. Porém, as jantes de liga leve John Cooper Works de 18" e de 19" estão também disponíveis opcionalmente.
O sistema de travagem desportivo também recebeu um design renovado e inclui agora discos de travão com pinças fixas com 4 êmbolos nas rodas traseiras para garantir valores de travagem permanentemente elevados mesmo sob utilização intensiva. Os discos de travão de grandes dimensões com 360 × 30 milímetros na dianteira e com 330 × 20 milímetros na traseira, combinados com uma geometria das condutas do líquido de arrefecimento otimizada, também desempenham um papel importante no elevado nível de estabilidade alcançado. As pinças de travão em vermelho na dianteira ostentam o badge John Cooper Works.

Fixação da estrutura da carroçaria e do chassis com rigidez otimizada.

A longa distância entre eixos, a ampla largura de via e o baixo centro de gravidade que ambos os modelos apresentam são os ideais para um design e uma afinação de chassis que se destinam a uma performance desportiva consistente. Além disso, o reforço sistemático da estrutura da carroçaria e as ligações extremamente tensas do chassis no novo MINI John Cooper Works Clubman e no novo MINI John Cooper Works Countryman garantem a máxima precisão de condução. Ambos os modelos dispõem de uma barra de precisão recentemente desenvolvida para o compartimento do motor que liga as campânulas dos braços telescópicos esquerdo e direito. A fixação da extremidade dianteira é efetuada por barras tipo seta e por uma barra de proteção da campânula no chassis.

O pacote global John Cooper Works, que se distingue pela pura dinâmica, agilidade e precisão, é completado por componentes de design específicos do modelo no exterior, que têm a função de otimizar as características aerodinâmicas e o design das condutas de ar dos veículos. As entradas de ar de grandes dimensões na dianteira do automóvel estão concebidas para servir os requisitos de arrefecimento do sistema de propulsão e do sistema de travagem. Além disso, as extraordinárias características de performance refletem-se no design das saias laterais específico do modelo e nos spoilers traseiros independentes com elementos do difusor integrados. Os spoilers de tejadilho específicos do modelo desempenham um papel importante na redução das forças de elevação a velocidades elevadas. Além disso, os dois novos modelos John Cooper Works estão equipados com capas dos espelhos retrovisores exteriores otimizadas em termos de aerodinâmica.

Equipamento de série exclusivo, opções de classe elevada.

Outros destaques específicos do modelo no exterior incluem a opcional cor exterior vermelho contrastante para o tejadilho e para as capas dos espelhos retrovisores exteriores, um design individual para as Side Scuttles que inclui os indicadores de mudança de direção adicionais, e o badge John Cooper Works na grelha do radiador e na porta da bagageira. A entrada de ar central em ambos os modelos apresenta uma estrutura com padrão hexagonal. A entrada de ar do MINI John Cooper Works Countryman dispõe também de um aro em vermelho. Uma barra transversal em vermelho subdivide a grelha do radiador de design renovado do novo MINI John Cooper Works Clubman. Os faróis, os farolins e o spoiler traseiro apresentam também o novo design da última atualização de modelo do MINI Clubman.

A sensação de automobilismo foi elevada a um novo nível e pode ser experienciada em todos os cinco bancos do novo MINI John Cooper Works Countryman. O caráter desportivo no interior típico de ambos os automóveis deve-se em parte aos bancos desportivos John Cooper Works com encostos de cabeça integrados, ao volante desportivo John Cooper Works com multifunções, à alavanca de velocidades John Cooper Works e ao forro do teto em antracite.

O equipamento de série exclusivo de ambos os modelos desportivos topo da gama MINI inclui ainda os faróis LED, o acesso sem chave, os MINI Driving Modes e o Rádio MINI Visual Boost com um ecrã de 6,5" com função tátil e uma apresentação gráfica de design renovado. O equipamento Connected Media integrado tem capacidade para aceder a numerosos serviços online MINI Connected. Em alternativa, está disponível uma seleção de opções de equipamento especial, incluindo o Connected Navigation, com a função de orientação pelo percurso fácil de utilizar e opções de informação e entretenimento adicionais, bem como o Connected Navigation Plus com um ecrã tátil de 8,8". Em combinação com estas opções, estão também disponíveis a informação de trânsito em tempo real, que oferece dados em tempo real sobre a situação de trânsito atual, um Serviço Concierge pessoal, a plataforma de Internet MINI Online e a preparação para Apple CarPlay. Além disso, as atualizações dos mapas de navegação são descarregadas automaticamente para o veículo através da ligação à rede móvel.
Os valores do consumo de combustível, das emissões de CO2 e do consumo de energia são calculados com base nos métodos de medição estabelecidos na versão atual do Regulamento (UE) 715/2007. Os dados são baseados num veículo com equipamento base na Alemanha; os intervalos refletem as diferenças relativas ao tamanho das jantes e pneus selecionados e ao equipamento opcional e podem variar durante a configuração.

Os dados já foram calculados com base no novo ciclo de testes WLTP e foram adaptados para valores NEDC para fins de comparação. Para estes veículos, os valores diferentes dos aqui especificados podem aplicar-se à avaliação de impostos e outros encargos relacionados com os veículos que são (também) baseados nas emissões de CO2.

Para mais informações sobre os dados oficiais do consumo de combustível e as emissões específicas de CO2 dos automóveis novos, consulte as "Diretrizes sobre o consumo de combustível, as emissões de CO2 e o consumo de energia elétrica de automóveis novos" disponíveis em todos os Concessionários e a partir de Deutsche Automobil Treuhand GmbH (DAT), Hellmuth-Hirth-Str. 1, 73760 Ostfildern-Scharnhausen e em http://www.dat.de/angebote/verlagsprodukte/leitfaden-kraftstoffverbrauch.html.

Todas as notícias